Catedral de Sevilha

Construída sobre os restos da antiga mesquita da cidade, a Catedral de Sevilha é o maior templo gótico do mundo e a terceira maior igreja em todo o mundo, depois da de São Pedro do Vaticano e São Paulo (St. Paul's) em Londres .

Olhando para trás

A finais do século XII, mandaram construir a mesquita da cidade. Um século depois, quando Sevilha foi conquistada pelos cristãos, a mesquita foi convertida na igreja de Santa Maria e catedral da cidade, conservando o grande minarete que hoje é conhecido por Giralda.

A catedral conta com 10 portas, sendo a principal a Puerta de la Asunción, e a mais antiga a Puerta del Perdón, a única que se conserva da antiga mesquita almoáda. A Puerta del Príncipe, localizada na bela Plaza del Triunfo, é uma das mais transitadas pelos visitantes.

O que ver na Catedral

Um passeio pela Catedral é uma atividade que mexe com os sentidos e acaba por ser complicado centrar a atenção num ponto específico devido às suas impressionantes dimensões e pelo fato de se encontrar repleta de brilho e esplendor.

O templo conta com um património artístico muito rico e variado e, entre as suas paredes, podem ver-se algumas obras-primas da história da pintura. Em seguida, indicamos alguns dos principais pontos de interesse:

  • Retábulo Maior: Um dos pontos mais destacados da catedral é o retábulo maior, já que é o maior que existe no mundo cristão. Esta obra de arte, elaborada em madeira policromada, conta com 400 metros quadrados de superfície ao longo dos quais se encontram mais de 200 figuras de vários santos.
  • Tumba de Cristóvão Colombo: Este magnífico monumento é um dos pontos nos quais se concentram os olhares dos visitantes. A tumba se encontra suspensa por quatro figuras alegóricas que representam os quatro reinos que Espanha tinha naquela época.
  • Um passeio pelas nuvens: É possível passear literalmente pelo teto da Catedral. O percurso pela coberta oferece uma panorâmica única da cidade a partir de um ponto de vista muito especial.
  • Pátios das Laranjeiras: Herança direta do seu passado como mesquita, o Pátio das Laranjeiras é um retiro de paz repleto de luz e cor, ideal para se relaxar à sombra das árvores enquanto observa o templo desde o exterior.
  • Giralda: A torre do campanário da Catedral é um dos pontos mais atrativos para os visitantes, já que oferece excelentes vistas, tanto do próprio templo como do resto da cidade.

Impressionante e imprescindível

O conjunto formado pela Catedral, o Real Alcácer e o Arquivo das Índias foi declarado Bem de Valor Universal Excepcional pela UNESCO em 2010. A Catedral constitui uma visita imprescindível ao visitar a cidade e sempre surpreende os seus visitantes com as suas enormes proporções e a riqueza dos seus elementos decorativos.

A melhor opção para visitar a Catedral é fazê-lo com um guia especializado que lhe mostrará os recantos mais interessantes. Você pode reservar a visita neste link:

Horário

Segunda: das 11:00 às 15:30 horas.
De terça a sábado: das 11:00 às 17:00 horas.
Domingos: das 14:30 às 18:00.
Julho e agosto
Segundas: das 10:30 às 16:00 horas.
De terças a sábados: das 10:30 às 18:00 horas.
Domingos: das 14:00 às 19:00 horas.

Preço

Adultos 9€. Inclui entrada na Igreja do Divino Salvador.
Aposentados e estudantes menores de 25 anos: 4€.
Menores de 14 anos: entrada gratuita.
Segundas das 16:30 às 18:00 horas: entrada gratuita.

Visita guiada pela catedral de Sevilha €25

Transporte

Metro: Puerta de Jerez, linha 1.
Ônibus: linhas C4, C3, 5, 41, 42, C1 e C2.

Lugares próximos

Arquivo das Índias (103 m) Bairro de Santa Cruz (123 m) Hospital de la Caridad (197 m) Giralda (241 m) Hospital de Los Venerables (273 m)